8 atitudes sustentáveis para um casamento mais amigo do ambiente

December 11, 2019

Back
  
  
  
  
  
  
  

Texto: Sandra M Gomes

Atualmente falar de sustentabilidade deixou de ser uma moda, para ser uma necessidade urgente.

O Parlamento Europeu aprovou em Março de 2019 uma lei que proíbe a venda de produtos de plástico de utilização única já a partir de 2021. Isto quer dizer que os produtos descartáveis em plástico como os pratos, talheres, palhinhas, shakers, recipientes para alimentos e bebibas, entre outros, irão deixar de ser utilizados por obrigação legal.

Em Portugal a medida vai ser já aplicada em 2020 em vários setores, sendo o do retalho um dos mais afetados na eliminação de sacos ultraleves e embalagens de esferovite para pão, frutas e legumes.

No entanto, existem muitos outros produtos ou atitudes nossas que são prejudiciais ao ambiente e também devem ser eliminados ou alterados a curto prazo. A palavra de ordem será Reduzir, mais do que Reciclar. Ser sustentável é, acima de tudo, ter consciência ambiental, ser economicamente viável e socialmente justo.

No jornal Expresso, é abordada a questão da sustentabilidade em que os produtos biodegradáveis substitutos do descartável plástico podem, afinal, ser pouco sustentáveis.

Neste artigo vamos abordar de forma mais aprofundada a consciência ambiental.

Um casamento, assim como outros eventos sociais, implica um grande investimento e também algum desperdício que, por vezes, não prevemos. Tão preocupados estamos com todo o processo de organização, convidados, etc, que nos esquecemos de garantir que os comportamentos mais sustentáveis sejam colocados em prática em todo o casamento. Acreditem que não é missão fácil, mas também não é impossível! Uma vez que a sustentabilidade e consciência ambiental não são uma prática comum, pode exigir um pouco mais em termos de tempo e orçamento, mas com uma boa gestão tudo se consegue.

Se querem ir ainda mais longe na sustentabilidade, vejam este artigo interessante da PETA, uma organização não governamental que apresenta as Top 10 Vegan Wedding Ideas

Antes de te apresentarmos as nossas ideias, se achares que são úteis e fazem sentido para aplicar no teu casamento, partilha com todos os envolvidos na organização do teu casamento, para todos estarem alinhados com a tua filosofia. Mas não te esqueças, dá bom uso aos meios digitais e evita imprimir este artigo.

Antes de partirmos para a apresentação das 8 atitudes para o teu casamento ser mais sustentável, vamos ter um objetivo em mente de forma transversal:

Dizer não a tudo o que seja plástico! Dizer não ao descartável de uso único!

Vamos então mostrar as 8 atitudes que são fundamentais para o teu casamento ser mais sustentável.

atitudes sustentáveis no casamento - vestido de noiva e fato do noivo

Fotografia: The Framers

1 - Vestido da noiva ou fato do noivo

A evitar: Comprar um vestido ou fato para usar apenas no dia do casamento e depois colocá-lo no roupeiro deveria ser evitado. Não usar peles de animais, por favor!

A implementar: Que tal pensar sempre na reutilização do vestido ou fato noutras situações? Um vestido mais simples. Um vestido de outra cor sem ser branco. Um vestido composto por duas peças que podes usar de forma separada no futuro.  Um fato simples, com peças desiguais (calças e casaco).

Podes sempre ver a nossa sugestão de cinco vestidos de noiva coloridos para te inspirares.

Acima de tudo pensa: eu vou estar à vontade para reusar este vestido de noiva ou fato do noivo no futuro noutros eventos ou circunstâncias? Se sim, ótimo. Objetivo cumprido.

atitudes sustentáveis no casamento - convites

Fotografia: Flor de Alecrim

2- Convites

A evitar: Não aos convites de papel branco. O papel branco é produzido essencialmente a partir da madeira do pinheiro ou eucalipto. Para adquirir a cor branca passa por processos químicos que, já se vê, são prejudiciais ao ambiente. Podes continuar a ter convites físicos em papel, com um bonito design, assim como todo o estacionário do casamento, mas recorrendo a alternativas ao papel branco.

A implementar: Se quiseres ou necessitares de ter convites em papel, opta por papel reciclado a partir de papel usado ou de tecidos. Há papel reciclado com sementes que dá ao convite uma segunda vida, pois pode plantar-se. Da natureza veio, à natureza torna! Também podes escolher outros materiais para criar os teus convites físicos. Podem ser mais orgânicos. Que tal uma bolacha com relevo ou escrita com glacê. Um chocolate. Que tal reutilizar cartão onde aplicas carimbos com a mensagem que desejas. Que tal um convite gravado em, madeira reutilizada. Podes também optar por um convite digital, animado ou não, ou um vídeo. Uma garrafa de vinho com um rótulo original! Importante é também pensar na vida do convite depois de cumprir o seu objetivo.

Fala com os fornecedores que desenharam estas 12 Ideias para estacionário de casamento, convites e muito mais e lança o desafio para criarem o teu convite sustentável.

atitudes sustentáveis no casamento - o local para casar

Fotografia: Conta-me como foi

3- O local da cerimónia e festa de casamento

A evitar: locais pouco ecológicos, com pouca consciência ambiental.

A implementar: Escolher um local com uma filosofia mais ambiental e ecológica pode parecer fácil, mas não é tanto assim. Existem imensos espaços que optam por comportamentos mais ambientais, mas isso não quer dizer que estejam disponíveis ou minimamente preparados para receber casamentos.  Portanto este pode ser um desafio. Tens de procurar mais. Ao procurares podes começar por fazer estas perguntas:

  • Produzem os seus próprios alimentos?;
  • reutilizam águas da chuva etc?;
  • fazem separação dos resíduos?;
  • que tipo de louça e talheres utilizam?
  • A energia que utilizam é verde, vinda de recursos renováveis?

No caso de ocupares um espaço ao ar livre, como um jardim, um largo, uma praia, montado na íntegra pela tua organização, pensa de que forma podes usar o local sem seres uma invasora. Usar arroz, confettis e tudo aquilo que possa espalhar-se e não conseguir recolher-se parece-nos uma má ideia. Respeitar a natureza envolvente é importante, como respeitar dunas, arbustos. Assim, ajuda na consciencialização e reforça a mensagem com sinalética – ecológica- divertida.

Conheçam um exemplo de um hotel sustentável no Alentejo, em Portugal.

atitudes sustentáveis no casamento - flores

Fotografia: FStudio

4 – Flores

A evitar: Como podemos nós evitar as flores, que tanta beleza e cor trazem ao casamento?! Mais um desafio este. Comecemos por um princípio que é o de não deitar fora. 

A implementar: As flores em vaso, flores secas ou flores de papel (se for reciclado ainda melhor), podem reaproveitar-se e, por isso, podem ser uma opção mais sustentável para o casamento. Se mesmo assim sentirem a necessidade de usar flores frescas, optem por usar flores de época, existentes na região onde casam, como esta erva-das-pampas no casamento de praia, reduzindo bastante a pegada ecológica. Sugerimos ainda fazer um jogo e sortear as flores, em vaso ou pequenos ramos, e oferecê-las aos convidados.

Estarão a dar uma segunda oportunidade à natureza, criam uma atividade divertida e pode servir de agradecimento aos convidados por estarem presentes.

atitudes sustentáveis no casamento - comida e bebida

Fotografia: Pinterest

5 – A comida e bebida

A evitar: tudo o que seja de plástico ou não biodegradável; evitar excesso de comida e desperdícios. Evitar bebidas em embalagens individuais.

A implementar: Usar louça em cerâmica, vidro ou inox, lavável e reutilizável. No caso de optar por louça descartável. Existe louça em farelo de trigo, em que cada prato pode ficar por cerca de 0,60€ à data de redação deste artigo. As palhinhas podem ser de papel ou  massa, portanto biodegradáveis. Podes optar também por alugar a louça. Evitar o desperdício da comida. Para minimizar esta questão contacta uma associação protetora de animais ou outras associações que combatem o desperdício para ver de que forma eles podem reaproveitar aquilo que sobra, com toda a segurança alimentar e respeito por todos, obviamente.

A refood é uma das organizações de solidariedade social que reaproveita excedentes alimentares.

Chegou também a Portugal uma app gratuita To Good to Go que combate o desperdício alimentar. Podem ler este artigo e perceber melhor como funciona.

Servir as bebidas em garrafas de vidro, com vidrão para reciclar ou com tara, ou optando por recipientes de grande quantidade, como são os barris para servir à pressão.

E que tal um café cujas embalagens foram pensadas de forma sustentável?

atitudes sustentáveis no casamento - bolo da noiva

Fotografia: Bárbara Araújo Photography

 6 – Bolo da noiva  

A evitar: Maquetes falsas de bolos de noiva.

Um dos momentos importantes no casamento é a cerimónia de corte do bolo pelos noivos. É mais uma ocasião em que todos os convidados se reúnem. Com o objetivo de ter um bolo bonito e vistoso para as fotografias, e sempre perfeito, fazem-se maquetes falsas. O verdadeiro bolo é distribuído segundos depois da cerimónia, já partido e pronto a consumir pelos convidados. Poupa-se muito tempo, não é? Mas não é nada sustentável.

A implementar: Ter um bolo de noiva verdadeiro para ser consumido. Podem optar por um bolo diferente e alternativo como as bolas de Berlim, os pastéis de nata, os cupcakes ou os macarrons que já são doses individuais prontas a consumir. Podem ainda cortar a primeira fatia do bolo e depois dirigir umas curtas palavras,  ou mostrar um curto vídeo, de preferência descontraídas, porque a essa hora normalmente já estão todos mais cansados, dando assim tempo à equipa do catering de partir o bolo para ser distribuído.

Vejam estas cinco ideias deliciosas de bolos de casamento alternativos

atitudes sustentáveis no casamento - confetis orgânicos

Fotografia: Pinterest

7 – Decoração, Sinalética e outros elementos

A evitar: confettis em plástico, bandeirolas, balões com ou sem luzes, sinaléticas e placards para sentar, não sendo reutilizáveis serão pouco sustentáveis.

A implementar:

  • Confetis orgânicos feitos a partir de folhas de árvores. No outono é particularmente fácil encontrar as folhas com cores magníficas. É importante estar atenta ao local onde atiram os confettis, que seja fácil de remover ou limpar ou que seja fácil de se decompor sem prejuízo para a segurança das pessoas (escorregar).
  • Sementes tipo alpista para pássaros em vez de arroz no final da cerimónia dos noivos. São bonitas e quem sabe não vos pousa um passarinho na mão para se alimentar dessas sementes.
  • Bandeirolas feitas a partir da reutilização de tecidos.
  • Substituir o efeito dos balões por largada de pássaros (informem-se junto de uma associação de animais para perceber o que faz mais sentido para a natureza).
  • Bolas de sabão.

Como fazer as melhores bolas de sabão

De acordo com o princípio da economia circular, alugar elementos decorativos é uma boa opção. Reutilizar peças que tenha em casa como pratos vintage; ou outras peças também ficará bonito. Pode pensar de imediato em imprimir as mensagens em vinil ou outro material e este, realmente, não é muito sustentável. Por isso, tente descobrir outras formas, como por exemplo escrever em pratos, ou garrafas, com caneta. Se souber ou puder contratar alguém especialista em caligrafia vai ficar espetacular. Ou gravar a laser em pedaços de madeira reutilizada.

atitudes sustentáveis no casamento - reciclagem

Fotografia: Pinterest

8 - Separação de resíduos

A evitar: que os resíduos vão todos parar ao mesmo saco. E que haja material descartável.

A implementar: Infelizmente, quando estamos atarefados, separar pode ser uma dor de cabeça, mas se tudo estiver bem organizado tornar-se-à mais fácil do princípio ao fim.

  • Coloque Ecopontos na zona das cozinhas, mas também na zona dos convidados. Bem identificados e de utilização intuitiva e fácil.
  • Recipientes para beatas ou pastilhas pode ser um extra importante. Neste aspeto podem fazer-se recipientes muito giros, com mensagens divertidas.
  • Promover a recolha de tampinhas para doar a projetos de solidariedade social, que trocam por terapias ou equipamentos ligados à saúde e mobilidade. Averiguar que projetos existem e escolher uma causa, para os vossos convidados saberem qual o destino das suas tampas e sentirem-se mais envolvidos.

O processo ainda não acabou e, no final, pode ser mais uma dor de cabeça encaminhar os resíduos para o sítio certo. Procure parceiros locais. Fale com os responsáveis locais de gestão de resíduos para melhor aconselhamento.

Já viu os resíduos separados irem parar ao mesmo contentor porque acaba por ser mais fácil? Isto é que não pode acontecer, depois de tanto trabalho na implementação da separação.

Força com a aplicação da sustentabilidade no teu casamento. A cerimónia e a festa de casamento vão ser bem mais significativas se aplicares a filosofia, atitudes e mensagens ambientais e ecológicas tão importantes para todos nós.